Páginas

domingo, 12 de junho de 2011

Leite de Amnésia



Falta amor
Falta calor
Falta atenção
Falta emoção

Se tudo isso é necessário
E tudo é feito ao contrário
O pobre enfermo definha
Na luta por uma vida mesquinha

Traga-me um cigarro
Trague-me diz o cigarro
Brindamos e bebemos

Mas o copo está vazio
O ser humano está vazio
Brindamos e esquecemos

(Eduardo R. L. Vieira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário